domingo, 7 de abril de 2019

ASPIRANTE DO 8º BPM TEM TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIVULGADO EM REVISTA CIENTÍFICA DURANTE CONGRESSO BRASILEIRO DE ADMINISTRAÇÃO.



ASPIRANTE DO 8º BPM TEM TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIVULGADO EM REVISTA CIENTÍFICA DURANTE CONGRESSO BRASILEIRO DE ADMINISTRAÇÃO.
A Aspirante Oficial Adriana Santos teve o trabalho científico divulgado na revista científica CONBRAD durante Congresso Brasileiro de Administração. A Aspirante realizou o trabalho no decorrer do curso de formação de oficiais no ano de 2017 a 2018.
Os trabalhos científicos eram avaliados por uma banca formadas por três especialistas na área pesquisada e, ainda o aluno oficial realizava uma apresentação oral para os convidados, a banca e os demais pares, sendo que apresentação durava cerca de 20 minutos.
Outrossim, o trabalho da Aspirante a Oficial versa acerca do Licenciamento das Praças entre o período de 2013 a 2017, causa e efeito, sendo usado como referencial a Teoria da Necessidade de Maslow, tendo como metodologia a pesquisa quantitativa e qualitativa do tipo bibliográfica e discursiva, com o uso de método de abordagem hipotético-dedutivo.
Além disso, a pesquisa realizou uma entrevista com 45 militares que pediram licença (exoneração) das fileiras da corporação e 12 comandantes de unidade por todos os batalhões da capital e do interior entre o período de 2013 a 2017. E ainda, o artigo científico tinha como objetivo buscar as principais causais que levaram os militares a saírem da corporação e também o efeito dessa saída na visão dos comandantes.
A Aspirante chegou à conclusão que as praças se licenciavam em busca de novos desafios e melhores salários para que pudesse se elevar dentro da pirâmide da necessidade de Maslow. Um fato curioso, é que as hipóteses de sair por não se adaptarem a escala de trabalho, risco da profissão e adaptação a carreira militar foram rejeitadas pelos militares pesquisados.
A pesquisa identificou ainda, que um plano de valorização profissional, melhores condições estruturais e promoção baseado na meritocracia evitam que a corporação perca profissionais experientes e qualificados. E que no sentir dos comandantes de unidade a saída desses profissionais afeta a eficiência do serviço e sobrecarrega os demais.
Acesse o link e veja o Artigo Científico na íntegra:
http://www.revistaconbrad.com.br/…/index.php/conbrad/articl…
ASSESSORIA DO 8ºBPM
←  Anterior Proxima  → Página inicial